Patrao Tarado Comendo a Novinha Novata

Patrao Tarado Comendo a Novinha Novata

Patrao Tarado Comendo a Novinha Novata

"como relatei aqui pra vocês no primeiro conto, eu fodi minha chefe;-Depois de um banho maravilhoso conversamos um pouco e ela me elogiava muito dizia que jamais acha que eu iria faze ela se achar mulher de novo, eu também a elogiei bastante e fiz algumas caricias nela que logo despertou meu pau deixando ele durinho, ela falou que queria da pra mim mais uma vez eu apena a deitei na cama e já comei a chupa-la que delicia aquela buceta bem raspadinha pequenininha,lábia, enfiava um dedo depois enfiei dois ela gemia feita uma louca, depois diz um 6X9 ela mamando meu cacete e eu aproveitei pra dar umas dedadinha naquele cuzinho, ela não reclamou e eu pensei agora vou concretizar meu sonho vou comer esse cuzinho que parece que nunca foi fudido, mais uma vez a coloquei de quatro e comecei a bobar naquela buceta, dessa vez eu a xingava de vadia gostosa, putinha, safada, depois de muito xingamento e tapas naquele rabo, eu com o pau dentro dela fui no ouvido dela e falei sabe o que eu quero agora chefinha?-ela falou pede meu safado, hoje eu sou sua seu filha da puta, o que você, fala?-eu falei eu quero foder seu cuzinho quero ele pra mim!-ele falou come seu cachorro, eu adoro da ele, aquele corno do meu marido não gosta de foder ele…– eu sem pestanejar dei uma cuspida na entrada do cuzinho dela, e continuei metendo o pau na buceta dela, ela rebolava muito e gritava fode tarado, come sua chefinha come, eu sei que você sempre quis me comer, sua cara não nega, eu falei sempre mesmo, e dai tirei o pau da buceta dela e coloquei na entrada do cuzinho dela, ela se ajeitou melhor e foi se curvando pra traz, ela mesma fez questão de deixa o pau entrar devagar nela, e me perguntado se eu estava gostando eu apenas gemia e fala safada, cachorra, quando entrou tudo eu comecei a bombar forte, ela falou vai seu safado filha da puta eu vou goza vai, mete, come, vai, arregaça tudo, sentir ele tremer, foi quando ela falou gozei… dei mais uns tapas naquela bunda e socava forte já não aguentava mais e queria gozar dai não aquentei e acelerei as estocada quando apertei aquela bunda bem forte e explodi todo gozo dentro daquele cuzinho…foi maravilhoso comer minha chefe, não estou na mesma sessão que ela mas direto saímos pra almoça e dar umas trepada, já tem 4 meses que como ela e ela sempre maravilhosa, disse pra mim que ate o casamento dela melhorou depois que começamos a sair r o que mais admiro nela é que ela é do tipo de mulher que é uma dama na sociedade e uma verdadeira puta na cama!!!"Ela parou de exitar e voltou a ficar de 4 abrindo a bunda -Entao coloquei a rola novamente no seu cu e começei a ir e vir naquele cu novamente"Eu: vai devagar…Daniel: ok, só dessa vez"Marcela, Marlene e Marta, trancadas no seu cativeiro, presas com correntes à cama, há cinco dias, sem sofrerem novas agressões, davam graças ao Senhor, mas por outro lado, estavam sem se alimentar todo este tempo.

Kelly tremia os dedos dentro de si, imaginando ser ela dando para o filho, ficou pensando se ela estaria apanhando, se o filho estaria comendo seu cuzinho nessa hora, sentiu seu ânus piscar, ela queria dar o cu, queria que o seu rabo sangrasse novamente no pau do filho, que ele a fizesse lamber aquela tora depois de fude-la, queria apanhar de novo, queria ser sua puta.

ENTROU NA SALA ESCURA DESINIBIDA COMO SE FOSSE VELHA FREQUENTADORA, LOGO ENCONTROU UM TRAVESTI S[O DE CALCINHAS AJOELHADO CHUPANDO UM HOMEM QUE GEMIA ALTO, DEVIA STAR GOZANDO, ELA SORRIU, NÁO ERA MAIS NOVIDADE, LOGO EM FRENTE UM GRUPO DE TRAVESTIS QUE COBRAM DE 5 A 10 REAIS POR UM BOQUETE, FOI SEGUINDO PARA O MESMO LUGAR PROXIMO A PORTA DO BANHEIRO, ALI FICA MAIS CLARO E LOGO SEU FAN CLUB NOTARIA SUA PRESENCA, L[A CHEGANDO TIROU SEU BON[E SOLTANDO A VASTA CABELEIRA LOIRA QUE SACUDIU COM FORCA LOGO SEUS LONGOS CABELOS LOIROS ESTAVAM LIVRES, NUM SEGUNDO CABE;AS COMECARAM A SE VIRAR EM SUA DIRECAO E A SE FORMAR UM CIRCULO EM SUA VOLTA, SEU CORACÁO DISPAROU, MAS NÁO DEIXOU TRANSPARECER NADA, CONTINUOU DE P[E COMO SE OLHASSE O FILME, NA TELA UMA LINDA LOIRA ESTAVA SENDO ENRABADA POR UM NEGRÁO ENORME, LA BAIXOU OS OLHOS E VIU V[ARIOS CARAS SE MASTURBANDO COMO NINGUEM FALAVA NADA E NEM SE APROXIMAVAM MUITO, COMECOU A CRIAR CORAGEM E VIU QUE EU ESTAVA CERTO QUANTO A ISTO, SE ELA QUIZESSE S[O FICAR ALI OLHANDO O FILME NINGUEM MEXERIA COM ELA OU MESMO FALARIAM COM ELA, ELA SOLTOU O BON[E QUE AINDA TINHA NA MÁO DEPOIS DE SE ABANAR COM ELE PARA MOSTRAR QUE ESTAVA COM CALOR, E NUM GESTO DISPLICENTE COME;OU A DESABOTOAR A JAQUETA, DEVAGARINHO GOZANDO COM A ANSIEDADE DOS CARAS ALI EM VOLTA, OLHOS BRILANTES GRUDADOS NELA, J[A ERAM UNS VINTE, NISTO ELA NOTOU QUE NO MEIO DELES HAVIA DOIS CASAIS, ERAM JOVENS, UMA GAROTA QUE MAIS PARECIA UMA ADOLESCENTE, POIS QUASE NÁO SE VIA SEUS SEIOS, ESTAVA AGARRADA A UM LOIRINHO, E O OUTRO CASAL J[A ERA MADURO A MULHER BAIXINHA POREM BONITA DEVIA TER UNS 40 ANOS SEU COMPANHEIRO DEVIA TER A MESMA IDADE A MULHER MAIS VELHA TALVEZ POR SER NOVATA DISSE EM VOZ BAIXA MAS QUE TODOS OUVIRAM, ESTA GAROTA [E LOUCA, NISTO TODOS SE VIRARAM PRA ELA COM CARA DE POUCOS AMIGOS E SEU COMPANHEIRO FEZ SINA QUE ELA FICASSE QUIETA E FALOU AO SEU OUVIDO, NÁO FALOU MAIS NADA, MELISSA CONTINUOU A ABRIR A JAQUETA E LOGO PARA DELIRIO GERAL SEIOS LINDOS SEIOS COM BIQUINHOS ROSADOS E DURINHOS ESTAVAM A MOSTRA, A MULHER CORRIA O OLHAR POR TODOS OS PAUS, A MULHER QUE FALARA ANTES MARAVILHADA, NUNCA VIRA TANTOS E DE V[ARIAS BITOLAS, MELISSA IMPASSIVEL AT[E AGORA NENHUM CARA LHE CHAMARA A ATEN;ÁO A PONTO DE ALGO MAIS FIRME, O GRUPO FOI AUMENTANDO, DE REPENTE ELA RECONHECEU O CARA QUE LHE LIMPARA O ROSTO COM UM LENCO IMPECAVEL E PERFUMADO E RESOLVEU RETRIBUIR A GENTILEZA, LHE FEZ UM SINAL PARA QUE SE APROXIMASSE E LHE OFERECEU OS SEIOS PARA QUE OS PEGASSE E MAMASSE SE QUIZESSE, VIU QUE SEU PAU ERA MUITO PEQUENO E NÁO DARIA PRA ELE, O CARA SE APROXIMOU TREMULO DE EMO;ÁO E COME;OU DESAJEITAMENTE A ACARICIAR AQUELE TEZOURO, LEVOU A BOCA E CHUPOU UM E DEPOIS O OUTRO BIQUINHO E NÁO AGUENTANDO MAIS GOZOU SOLTANDO UM TREMENDO GEMIDO, TENDO TODO CUIDADO PARA NÁO SUJAR A GAROTA, A CARICIA ESQUENTOU MAIS A MELISSA QUE RESOLVEU MOSTRAR MAIS, COME;OU A DESABOTOAR A CALCA E A GALERA FOI A LOUCURA, POREM SEMPRE EM SILENCIO, S[O DE VEZ ENQUANDO SE OUVIA ALGUM GEMIDO, CARA QUE NÁO AGUENTAVA E GOZAVA MESMO CONTRA SUA VONTADE, MAS NÁO ARREDAVAM P[E DALI. Chupava com muito mais vontade do que jeito, mas ainda assim era delicioso o boquete daquela novinha tarada. Galera, esse é meu primeiro conto e não sei se fiz direito! Eu sei que meu conto ficou um pouco longo, mas eu realmente espero que vocês tenham gostado! Não percam a parte 2!"olá, meu nome é Pa,ulo, já publiquei dois contos (reais) aqui neste site, e resolvi publicar outro… apás terminar o namoro com minha namorada e o tio dela, carlão, fiquei sem ter relaçao com outro homem uns 2 anos, até que um dia um amigo meu me convidou pra visitar a casa dele que estava em obras para dar uma olhada, acabei me atrasando e ao chegar lá o pedreiro luiz disse que ele já havia ido embora mas que eu podia dar uma olhada na obra mesmo assim, achei legal, e na hora nao pensei em nada com aquele homem, negro (tenho sorte com negros, que maravilha) 1,80m mais ou menos, ele mesmo foi me mostrando a construçao sá de bermuda todo suado, ai sim comecei pensar besteira… mas como havia um outro pedreiro o marcio (este nao era negro, era muito negro, um afro descendente puro e um pouco mais auto que luiz), entao nao dei bandeira e me controlei pra nao mostar minha excitação, no entanto o ao chegar no quarto de casal começamos a converçar, e o luiz começou a falar…” é aqui que o patrao vai comer aquela gostoza da patroinha… falei… é verdade, e começamos a falar sobre sacanagem, até que ele disse aquela celebre frase… mas o bom mesmo é comer um cuzinho apertadinho… nisso notei o volume dele e disse… mas duvido que alguem aguente teu cacete…, ele falou… é verdade , até hoge sá uma mulher aguentou, mas chegou a chorar , e também um viadinho, mas ele quase pediu agua, e o do meu primo o marcio é maior que o meu…falei ….